criança impaciente na escola denunciando possível sintoma de TDAH

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade TDAH

Além do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade há uma série de comorbidades associados à patologia: transtornos de ansiedade, de humor, transtorno opositor desafiador, entre outros.

O que preciso saber sobre Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um dos Transtornos do Neurodesenvolvimento com significativa expressão diagnóstica, na população infanto-juvenil recebida no atendimento ambulatorial em saúde mental. O distúrbio é caracterizado por uma tríade de sintomas de hiperatividade, desatenção e impulsividade.

Do ponto de vista clínico classificamos em três subtipos:

  1. Predominantemente desatento.
  2. Predominantemente hiperativo/impulsivo
  3. Combinado.

No grupo de pacientes desatento, por exemplo, observamos limitações em domínios cognitivos: atenção seletiva e sustentada, funções executivas, entre outros, assim como, dificuldades comportamentais, nas relações sociais, e habilidades emocionais.
Constata-se então a dificuldade do indivíduo no desempenho de tarefas que exijam engajamento por maiores períodos de tempo, impactando diretamente a realização de tarefas, resolução de problemas, automonitoramento, enfim, a qualidade de vida do indivíduo.


Pode-se inferir então, que o impacto do TDAH na vida de seus portadores é significativo, principalmente nos ambientes escolar e familiar. Observa-se ainda que, com frequência, crianças e adolescentes com TDAH apresentam outro transtorno associado à patologia central, nomeados comorbidades, seriam estes: transtornos de ansiedade, de humor, transtorno opositor desafiador, entre outros.

Diante deste quadro, faz-se necessário que diagnóstico e intervenções adequadas sejam realizadas para que o indivíduo possa desenvolver suas potencialidades cognitivas, sociais, comportamentais, emocionais de maneira ampla e singular.
O acompanhamento Médico, Psicológico, Psicopedagógico são fundamentais e devem ser disponibilizados para a criança ou adolescente, onde família, escola e profissionais especializados possam dialogar, convergindo seus esforços para os melhores tratamentos.  

Nós do Espaço Figueira Branca possuímos uma equipe capacitada e treinada a fazer o diagnóstico e o acompanhamento das pessoas com estes transtornos bem como orientar os familiares e responsáveis de como ajudar aqueles que padecem do TDAH e de outros transtornos mentais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest