Não é fácil se manter sóbrio mas é possivel

Caminhos da sobriedade

Os caminhos da sobriedade são estados de recompensa em que se aprende a gerenciar momentos de abstinência de alcool e outras drogas.

Em artigo anterior falei sobre os desafios inerentes a obter sobriedade. Desta vez vamos falar sobre Caminhos da Sobriedade e como podemos alcança-los.

Sobriedade

Como sobriedade consiste no ponto de equilíbrio entre abstinência e evitar a recaída, nos deparamos com um caminhar em direção a recuperação do dependente químico.
Explico melhor: a recuperação é o caminho seguro e amoroso pelo qual todos devem persistir de acordo com as necessidades individuais.

Tais necessidades são encontradas nos desafios da rotina do trabalho, da família, do próprio indivíduo. Seus objetivos são atender os estados de recompensa a fim de cristalizar a vitalidade da pessoa e direcionar a obtenção de qualidade de vida.

Descobrir quais são os estados de recompensa e aprender a gerenciar estes momentos constitui o escopo da sobriedade.

Alternativas

Como vias alternativas na escolha dos melhores caminhos dispomos de ferramentas como norteadoras que nos levam a ação de dizer NÃO, seja ao consumo de álcool, seja a outras drogas.
Podemos elencar estas vias em: acompanhamento psicológico individual e em grupo, acompanhamento psiquiátrico e grupos de autoajuda.

  • Na via do acompanhamento psicológico nos deparamos com as técnicas que levarão a reconhecer as cognições que permeiam e favorecem a recaída no uso. Mais do que entender estas influencias, é necessário elencar estas cognições para elaborar ações para fortalecer a negativa do uso. As emoções também serão elaboradas e confrontadas com as cognições para aumentar o limiar da recaída proporcionada pela dependência química.
  • Na via do acompanhamento psiquiátrico descobrimos sinais de alerta que apontam para as dificuldades em manter a sobriedade. Sintomas de ansiedade, depressão, pensamentos obsessivos, impulsos e explosões de comportamento e todo um conjunto de sintomas que afetam o autocontrole nos encaminham para recaída. O acompanhamento psiquiátrico é uma ferramenta de potencialização de encontro nas veredas da sobriedade.
  • Na via do acompanhamento dos grupos de autoajuda nos deparamos com o ato de amor e acolhimento de seus pares. Este acolhimento vem carregado com amorosidade, respeito e humildade em reconhecer que eu posso ajudar o outro naquilo que foi aprendido no caminho do reconhecimento interior e que, ao partilhar com meu par, acaba por ajudar o outro e a si próprio.

Conclusão

Conduzir cada um nas suas necessidades individuais, achar o caminho da sobriedade e estimular a recuperação se revelam nos melhores caminhos para a obtenção e validação de um sentimento de pertencer ao mundo que se quer viver alicerçando o propósito de vida de cada um.

No Espaço Figueira Branca você encontra uma equipe com esta visão multissistêmica para permitir a você dizer NÃO ao uso de álcool e drogas.

Gostou do artigo? Deixe um comentário! Compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest